sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

FARRAZINE # 25

Está no ar a 25ª edição do FARRAZINE em clima de festa. Comemoramos 4 anos de atividades trazendo para nossos leitores conteúdo de primeira linha.

Estivemos presentes no FiQ! com o nosso representante Marden Herbert que contou o que viu por lá.
Também dando suas impressões sobre o FiQ! (inclusive como expositor) temos a participação de Beto Potyguara e seu Diário de um FiQuante. Beto aproveitou a oportunidade e conversou com o ilustrador Gilmar, que nos cedeu uma bela entrevista.
Seguindo a mesma linha, nossa caríssima Paloma Diniz também participou em dose dupla, com a cobertura do 5º HQPB e entrevistando o arte-finalista Jonas Trindade.
A HQ “Cidade Nua” chega ao seu final apoteótico, com roteiro de Rafael Martins e arte de Bruno Romero e trazemos uma HQ inédita de F. Salathiel Anacleto: “Noite Macabra”.
Rafael Páros desvenda as nuances dos Games Indies e Fernando Schittini mergulha no abismo de Slayer; Pablo Grilo traz as terceira e quarta partes do conto “Buraco Negro”; Rafael Machado (Hiro) nos apresenta a doçura de “A Menina que Fazia Cookies”; temos “A Alegria de Monsieur Lampanard” nas palavras de Rita Maria Félix e a despedida (ou até logo, vai saber) do nosso editor, Caio Cesar (Kio), no Editorial.
Aproveitem, entre ceias natalinas e champanhes da virada, nossa edição comemorativa e tenham todos um ótimo 2012.

Lançamento: 23.12.2011 – 92 páginas

Baixe no Mediafire: .rar
.pdf .pdf c/ links

Adeus... ou até logo, vai saber



Após quatro anos de existência do zine (com 25 edições e 2 Especiais de Natal) anuncio o meu desligamento da função de Editor.
Desempenhando esta função desde o início, tive o privilégio de ter em mãos muito material de qualidade, cujos autores depositaram a confiança de que seriam tratados com o devido cuidado. Conheci (ainda que apenas virtualmente) muita gente talentosa e prestativa, pessoas que teria a honra de tornar parte de meu dia a dia “real”, se assim a distância geográfica permitisse.
Não sou muito bom em despedidas, tampouco sou de falar muito, mas quero que aqueles que participaram do zine, direta ou indiretamente, saibam que sou muito grato por tudo que fizeram.
Independentemente da quantidade de participações, todos são importantes para mim e para a história do FARRAZINE.
Muito obrigado e adeus... ou até logo, vai saber.

O próximo post é do lançamento da edição # 25, aguardem.

Ocorreu um erro neste gadget

 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes